O balé do futebol segundo Deborah Colker

dinamo_deborah_colkerÉ muito comum usarmos expressões como “o atacante bailou na frente do zagueiro”, ou “colocou o marcador pra dançar” ao definirmos lances de uma partida. Futebol e dança falam mesmo línguas muito próximas.

Em 2006 a coreógrafa Deborah Colker levou essas expressões ao pé-da-letra. Convidada pela FIFA a apresentar um espetáculo de dança na Alemanha, por ocasião da Copa do Mundo, criou um espetáculo onde o movimento e a plasticidade do futebol se uniram a agilidade e à criatividade da dança.

Colker criou Maracanã e a ele juntou um trabalho anterior, Velox, onde explorava o vigor atlético, mas sem referência direta ao jogo.

Esse mix gerou Dínamo, que usava os movimentos do universo futebolístico com a leveza da dança, num espetáculo de muita intensidade. No palco, bailarinos suspensos por cordas subiam numa parede-campo, disputavam lances que lembravam as transmissões feitas pelas câmeras-aranha dos estádios.

No chão, um corpo-a-corpo acrobático, com toques de dança clássica e gestos comuns. A música, um caldeirão que misturava pop, eletrônica e clássica. Ritmos diferentes para representar os diferentes graus de intensidade de uma partida.

Foi bom, mas foi pouco. Queremos mais. O futebol pode ser mais explorado pela arte, seja no palco ou nas telas. Que venham mais espetáculos que usem esse jogo pra reverenciar a vida.

Autor: Francisco Milhorança

Designer gráfico, artista visual e apaixonado por futebol (não necessariamente nessa ordem).

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s