O futebol na rota dos refugiados

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), em 2013 o mundo assistiu a um dos maiores deslocamentos forçados de pessoas da História – tanto internamente, quanto para outros países –, em razão de conflitos e perseguições.

O Brasil tem sido o destino de milhares destes que buscam um recomeço e que a duras penas tentam se inserir numa nova cultura. No caminho, a solidão, a dificuldade com a comunicação, o preconceito, são algumas barreiras difíceis de transpor e que dificultam ainda mais a integração.

Em 2014, inspirados pelo clima festivo da Copa do Mundo, alguns refugiados em São Paulo tiveram a ideia de organizar um torneio de futebol com times que representassem os diversos países e culturas abrigados aqui, num evento para socializar e estreitar laços e que permitisse maior visibilidade a essas pessoas em processo de adaptação em sua nova terra. Com apoio de algumas ONGs e instituições de ajuda a refugiados, foi criada a Copa dos Refugiados.

copa_dos_refugiados_2014
O início. Dezesseis países representados. (Foto Larissa Leite/Cáritas/Divulgação)

Em sua primeira edição foi disputada no Colégio Santa Cruz, em São Paulo. A partir de 2015 mudou para o Centro Esportivo, Recreativo e Educativo do Trabalhador (CERET). Dezoito seleções participaram da competição, envolvendo mais de 200 jogadores.

Em março de 2017 o torneio foi disputado em Porto Alegre, na Arena do Grêmio. Um palco à altura das aspirações de um evento em que o maior sucesso está fora do campo. Aqui, todos são vencedores e o legado é amizade, respeito e esperança em um recomeço mais digno. Vida longa à Copa dos Refugiados.

copa_dos_refugiados_2014_2017
Do terrão para o tapete da Arena Grêmio. A Copa dos Refugiados ganha o destaque merecido. (Fotos de Larissa Leite/Cáritas/Divulgação e copadosrefugiados.com)
copa_dos_refugiados_torcida_arena_gremio
Na Arena Grêmio os torcedores se misturam e vibram (Foto copadosrefugiados.com)

Autor: Francisco Milhorança

Designer gráfico, artista visual e apaixonado por futebol (não necessariamente nessa ordem).

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s