O futebol rolando nas melhores lembranças

fim_de_jogo_foto_milhorança
Fim de jogo. Deixados literalmente de língua de fora pra curtir sua aposentadoria

Essa foto me levou numa viagem no tempo, me lembrando de um amigo lá nos primeiros anos da década de 70. Naquela época o que tínhamos a disposição em termos de tênis era um Bamba, um Kichute, ou mesmo um Conga (péssimo pra jogar futebol com sua sola finíssima, mas muito mais acessível no preço).

Pois os pais desse amigo viajaram pro exterior e voltaram com um par de Adidas na bagagem. Modelo clássico, de couro branco com as três listras verdes (se a memória não me trai). Lindos. Para espanto de todos, inclusive os amigos, ele usava essa jóia como se calçasse um par de Congas, chutando até pedra. Ao final de um tempo, um dos pés (acho que o direito) abriu literalmente o bico, ficando parecido com esse da foto acima.

Ele não teve dúvidas. Continuava a jogar com eles. E, como era destro, procurava chutar de bico, pois o dedão era o único que permanecia todo dentro do tênis. Ou, com o peito do pé. De três dedos, jamais. Pra completar, usava meiões tão velhos que praticamente só vestiam do tornozelo pra cima. A antítese do futebol gourmet de hoje em dia. O verdadeiro futebol raiz, peladeiro e maravilhoso. Bons tempos.

Autor: Francisco Milhorança

Designer gráfico, artista visual e apaixonado por futebol (não necessariamente nessa ordem).

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s