Os caras mais durões

brigoes_lovatopor Cláudio Lovato Filho* | ilustração Francisco Milhorança

Ele estava refletindo sobre caras durões. Os caras mais durões que ele já tinha visto em campo na sua vida. Seus ídolos. Seus grandes heróis. Continue Lendo “Os caras mais durões”

O Fantasma do Cruzeiro Velho

por Cláudio Lovato Filho*

fantasma_cruzeiro_velho

Os relatos sobre o Fantasma do Cruzeiro Velho são tão antigos quanto eu.
Dentre os mais velhos que cultuam a história do Fantasma do Cruzeiro Velho, Faustino Bezerra se destaca. Faustino tem um livro sobre o Fantasma, ainda incompleto, escrito à caneta, com sua letra miúda e desenhada, num caderno escolar de 200 folhas.
Ele ouviu de seu pai a maioria das histórias que conhece sobre o Fantasma, mas também teve sua cota de contato pessoal com o homem que um dia viria a se tornar o Fantasma do Cruzeiro Velho. Continue Lendo “O Fantasma do Cruzeiro Velho”

Em busca do símbolo perdido

ilustracao_botao_lovato

por Cláudio Lovato Filho*

Eu me mudei há cinco dias. Há cinco dias procuro meu time de botão.

Veja bem: você pode achar que é uma coisa absurda um sujeito de mais de 50 anos ficar obsessivo com isso, e de certa forma é mesmo, você teria razão em pensar assim, mas eu preciso encontrar meu time de botão. Continue Lendo “Em busca do símbolo perdido”

Rito

torcida_futebol_rito_1por Cláudio Lovato Filho* | Fotoilustração Francisco Milhorança  

É a primeira vez dele no estádio sem o pai, o avô ou os tios; a primeira vez apenas com os amigos (três amigos), e parece que está fazendo tudo (TUDO) pela primeira vez. Continue Lendo “Rito”

Quatro torcedores

(Uma singela, muito singela homenagem a Eduardo Galeano.)

por Cláudio Lovato Filho* | Fotoilustração Francisco Milhorança

torcedores_torcida

I

O Torcedor diz:

“Estou indo!”

E a mulher, de imediato:

“Volta a que horas?”

Mas ele não ouve. Já está no estádio, embora nem tenha aberto a porta de casa e ainda precise percorrer dezessete quilômetros e meio para chegar lá Continue Lendo “Quatro torcedores”