Leônidas da Silva não criou a bicicleta

leonidas_bicicleta_sao-Paulo_juventus_pacaembu_1948
Leônidas da Silva na imagem clássica da bicicleta. São Paulo x Juventus, Pacaembú, 1948

Um dos lances mais plásticos do futebol é a bicicleta, quando o jogador se salta de costas para o gol (geralmente dentro da área adversária) e acerta a bola com um dos pés mantendo o outro flexionado. Continue Lendo “Leônidas da Silva não criou a bicicleta”

Fascismo é bi e Leônidas se apresenta ao mundo

Em 1938 foi realizada na França a terceira Copa do Mundo, a segunda seguida em solo europeu. A Argentina se candidatara a organizar o torneio. A Alemanha — que sede das Olimpíadas de 36 — e a França também pleiteavam a organização.

Os argentinos contavam que o rodízio de continentes fosse mantido e se preparava pra festa. Porém, reunião do Comitê da FIFA na Alemanha, durante os Jogos Olímpicos, decidiu que a França seria a sede, em homenagem ao seu idealizador, Jules Rimet.

Contrariados, os países das Américas fecharam com a Argentina e decidiram boicotar o evento. Brasil e Cuba furaram o protesto. Junto com as Ilhas Holandesas (atual Indonésia), foram os únicos países não-europeus a disputar o torneio. Continue Lendo “Fascismo é bi e Leônidas se apresenta ao mundo”