A Copa do Mundo em cartaz

copa_2018_cartaz

Este ano tem Copa do Mundo. Faz tempo que não me empolgo mais com isso. E nesse futebol cada vez mais globalizado, com times compostos por verdadeiras legiões estrangeiras, acho incrivelmente anacrônica a copa de seleções. Já passou da hora de se pensar em um verdadeiro campeonato mundial de clubes. A identidade e força deles, hoje, é maior que dos times nacionais.

Mas minha paixão pelo lado visual e gráfico da Copa nunca diminuiu. Adoro os cartazes oficiais, ver como foi sendo representada a mudança do futebol ao longo dos anos. E para mim, os antigos designers continuam ganhando por goleada. Seus trabalhos são muito mais interessantes que os recentes.

O cartaz oficial de 2018 traz um dos maiores nomes da História do futebol, o goleiro russo Yashin, conhecido como Aranha Negra. Lembra um pouco o cartaz da Copa de 1930, no Uruguai. Não sei se foi proposital. Acho a homenagem ao Yashin muito legal, mas graficamente o trabalho não causa nenhuma surpresa. Meio como o futebol atualmente. Resta torcer pra quando a bola rolar, que as coisas mudem.

Abaixo a galeria dos cartazes de todas as Copas, na ordem cronológica.

Finais de Copas do Mundo no detalhe

Um olhar muito particular do um momento decisivo em um acontecimento que o mundo pára pra assistir. Finais de Copas do Mundo em pequenos infográficos criados pelo artista André Findusi. Pôsteres que eu adoraria ter feito. Vi no Café Sem Pó. Vai lá e veja todos.

historia_copas_94_andre_fidusi
Final da Copa de 94. Perfeito.

Um retrato sem retoque dos bastidores

placar_poster
Retrato do pós-jogo. Atletas cansados e desanimados com o mau desempenho posaram meio na marra. (Reprodução de foto de Pisco Del Gaiso/Placar)

Em 1995 a revista Placar passou por uma radical mudança editorial e visual. Com o  slogan “Futebol, Sexo e Rock’n’roll” apresentava imagens com grande destaque e procurava mostrar um lado menos comum do futebol. Continue Lendo “Um retrato sem retoque dos bastidores”